top of page
Buscar

Impacto sistémico das refeições escolares destacado em novo artigo do projeto Sustainmeals

Artigo discute potenciais impactos do sistema de refeições escolares em vários sectores, incluindo a saúde, ambiente, economia, bem-estar comunitário e proteção social.


Um trabalho recente da equipa do projeto Sustainmeals – Refeições Escolares Sustentáveis propõe que as refeições escolares podem contribuir para uma mudança em larga escala para um sistema alimentar global mais saudável e sustentável. O impacto sistémico desta mudança poderá estender-se aos domínios de economia, proteção social e bem-estar da comunidade. Deste trabalho resulta a Systemic Regeneration Wheel, uma proposta conceptual que pretende informar a transição para um sistema de refeições escolares mais sustentável.


“As refeições escolares têm um impacto substantivo a nível global se pensarmos que todos os dias há cerca de 370 milhões de crianças a fazerem pelo menos uma refeição na escola” – explica João Graça, um dos autores do estudo. O artigo partiu de uma revisão abrangente da literatura de diversas disciplinas para identificar oportunidades de mudança e refletir sobre as implicações de uma transição para padrões alimentares mais sustentáveis através da promoção de refeições de base vegetal. “Os nossos principais objetivos passaram por procurar encorajar um diálogo interdisciplinar e avançar com uma proposta conceptual para a mudança de práticas a nível sistémico. Com isso, pretendemos contribuir para informar futuros programas, intervenções ou legislação que pretendam maximizar o impacto das refeições escolares para tornar o sistema alimentar atual mais sustentável” – conclui o investigador.


O artigo publicado no Journal of Agriculture and Food Research destaca o impacto potencial da transição para mais refeições de base vegetal nas escolas com impactos não apenas na saúde e sustentabilidade, mas também em setores como economia, proteção social e bem-estar da comunidade. Esta visão multissetorial é representada pela Systemic Regeneration Wheel, um modelo que destaca a necessidade de concertação entre diferentes stakeholders e a mobilização de diversas áreas da sociedade para dar resposta à necessidade de transição no setor alimentar.


Para ler a proposta completa, consulte o artigo de acesso aberto em https://doi.org/10.1016/j.jafr.2022.100429



Comments


bottom of page