[Na rede] WWF denuncia desperdício alimentar enquanto 820 milhões de pessoas passam fome

A WWF (World Wide Fund for Nature) alerta que a perda e o desperdício de alimentos também contribuem para as alterações climáticas, com uma responsabilidade estimada em "pelo menos 6% do total de gases com efeito de estufa".

Mais de 820 milhões de pessoas no mundo passam fome ou insegurança alimentar, enquanto o desperdício de alimentos resulta em custos ambientais de 700 mil milhões de dólares e despesas sociais de 900 mil milhões, segundo a WWF.


"Reduzir o desperdício de alimentos representa uma oportunidade crucial para aliviar a pressão ambiental no nosso planeta", defende a organização de conservação da natureza no relatório Planeta Vivo 2020, divulgado esta quinta-feira.


A WWF (World Wide Fund for Nature) alerta que a perda e o desperdício de alimentos também contribuem para as alterações climáticas, com uma responsabilidade estimada em "pelo menos 6% do total de gases com efeito de estufa", três vezes mais do que as emissões globais da aviação.


"Quase um quarto - 24% - de todas as emissões do setor alimentar vem de alimentos que são perdidos nas cadeias de abastecimento ou desperdiçados pelos consumidores", lê-se no relatório.


Para ler a notícia completa, visite a página do jornal Expresso.