Buscar

DN: Um terço dos alimentos produzidos no mundo é desperdiçado

Produzir alimentos para quase 10 mil milhões de pessoas e, ainda assim, reduzir as metas de carbono e manter o planeta sustentável é o grande desafio para as próximas décadas. Reduzir o desperdício alimentar, procurar sistemas alimentares sustentáveis e alimentação alternativa são as principais armas.



Desperdício corresponde a 10% das emissões de gases com efeitos de estufa


Reduzir o desperdício alimentar é meio caminho para solucionar o problema dos alimentos no mundo, mas também é fundamental transformar os sistemas alimentares e fazer a transição para dietas mais saudáveis, que, como vimos, implica profundas mudanças no mundo. O consumo global de frutas, vegetais, oleaginosas e legumes terão de duplicar e o consumo de carnes vermelhas e do açúcar deverão ser reduzidos em 50%, apontam os estudos da FAO.


Como todos os alimentos produzidos têm impacto ambiental, todos os produtos alimentares desperdiçados têm associados um custo ambiental que corresponde a 10% das emissões totais. Os dados apontam que a produção total de alimentos é responsável pelo consumo de 70% da água disponível, e que boa parte é canalizada para a produção de alimentação para o gado bovino, sendo que a pecuária emite mais de metade dos gases com efeitos de estufa do mundo.


Produzir com impacto mais reduzido é, pois, uma exigência para a sustentabilidade do planeta. Para isso, temos de ter uma alimentação mais centrada nos vegetais e reduzir a quantidade de proteína animal, pois, quanto mais acima na cadeia alimentar, maior a quantidade de recursos necessários para a sua produção.


Para ler o artigo completo, aceda à página do Diário de Notícias.